quarta-feira, 16 de julho de 2008

DESEJOS

Photobucket
Começou a caça.
Sou uma presa fácil
que não resiste às tuas investidas de predador.
Abocanhas-me um seio
e eu imploro mais desse prazer
que me eleva aos extremos da loucura.
O meu coração bate
cada vez mais depressa
a um ritmo galopante.
A euforia do teu olhar
fulmina-me a alma em chamas.
As tuas grotescas mãos reanimam-me a pele;
os poros abertos sugam o teu desejo animalesco.
As faíscas do choque dos nossos corpos
incendeiam toda uma atmosfera
perversa e ao mesmo tempo púdica.
Imploro-te mais e mais desse prazer infinito,
nunca antes sentido, nunca antes imaginado.
Grunho como um animal selvagem e irracional no cio;
deliro com o que fazemos...
Cada vez mais ofegantes,
penetras-me instintiva e profundamente;
nesse momento o vácuo apodera-se da minha mente
onde os pensamentos não têm lugar;
nada existe,
apenas o tesão que nos queima
e que nos une.
Somos um só corpo,
um só espírito,
um só ser...
Atingimos a perfeição na explosão de um orgasmo inesquecível.
.
Teresa Souza
Photobucket

Um comentário:

MoizaCARTUNS disse...

Essa postagem me inspirou legal. Quente, profundo... um pouco mais prfundo...

Vamos ver se a noite promete, hoje :)

Abraços