domingo, 24 de fevereiro de 2008

UM ASSUNTO SÉRIO

Photobucket Photobucket
A pedofilia é nos dias de hoje o que há de mais nojento, e esta num grau muito grande(acredito que a Intenet,tenha responsabilidade nesta expansão,o que é positivo pois funcionacomo um ALERTA).
Li no blog do meu amigo Mutumutum(http://mutumutum.blogspot.com/) , um post sobre este assunto que repasso a vocês:
.
"Pra mim, a maior demonstração de que este mundo está realmente perdido, sem esperança, sem solução, habitado por seres que não valem a merda que cagam é esta: existe a PEDOFILIA em nosso meio!Traições?! Preconceitos?! Tudo isto é ruim... na verdade, péssimo... mas, na minha modesta opinião, ainda dão pra levar; sinceramente. Mas como engolir essa aberração sexual nojenta que é a pedofilia??? Como aceitar, no nosso meio, práticas tão empedernidas, de uma imoralidade sem tamanho, como a pedofilia???Afinal, estamos tratando de uma criança, de um ser humano em pleno desenvolvimento, que tem mais é que brincar, aprender coisas novas e boas da vida, fazer umas artes, atazanar os adultos de vez em quando. E cabe a nós, adultos, garantir que nossas crianças vivam uma infância saudável. Um dia, elas crescerão... e terão o resto de uma longa vida para serem céticas, ranzinzas e preocupadas, como são tantos adultos por aí. Mas, enquanto são crianças, que continuem sendo crianças!!!Um crime dirigido contra uma criança, qualquer que seja, tem de ser recebido pela sociedade com o máximo de ojeriza e punições as mais severas possíveis. Assim, pedofilia tinha de ser conhecido, entre nós, como o pior dos crimes praticados contra um integrante de uma sociedade. Imagino que penas de reclusão, ainda que fossem perpétuas, com trabalhos forçados e algumas chibatadas diárias, é pouco pra se punir um animal que abusa sexualmente de uma criança! Deveria haver, pra esse tipo de prática, uma espécie de pena especialmente cruel, com morte lenta, agonizante e incomensuravelmente dolorosa.Em minhas andanças pela net, pesquisando na legislação dessa Republiqueta em que vivemos, fui atrás de material jurídico (óbvio) que tivessem relação com o caso (mentira! Na verdade, encontrei tudo aqui... mas está tudo atualizadinho; eu garanto). Constatei o seguinte:- Pedofilia NÃO é, propriamente, crime no Brasil; isto é, não é um crime ESPECÍFICO, com um artigo no Código Penal, ou na Lei dos Crimes Hediondos, ou na Lei de Contravenções Penais tratando, especialmente, de pedofilia. Você, caro leitor, não vai encontrar na legislação brasileira, por enquanto, uma disposição do tipo: “praticar relações sexuais ou qualquer ato libidinoso contra menor púbere ou impúbere – pena: morte mediante fogueira em praça pública”;- Mas acalme-se! Em compensação, temos, no nosso Código Penal, os artigos 213 (que trata de estupro) e 214 (tratando de atentado violento ao pudor). Tem até crime de corrupção de menores (art. 218). Provavelmente, alguém perguntaria: "Peralá! Mas, pra esses crimes, não é necessário haver violência??? E se o menor consentir na prática, passivamente???". Bem... daí, vem o art. 224, a, do mesmo Código Penal e diz que todos esses crimes têm presunção de violência se praticados contra menores. E essa presunção é total, absoluta... ou seja, não adianta vir com conversinha do tipo: “mas ela é minha namorada”, ou “foi ela quem pediu”, que vai responder pelos crimes do mesmo jeito. A pena é de reclusão de 6 a 10 anos, mais multa;- Ahhh, sim... se o criminoso for pai, mãe, padrasto, madrasta, tio, tia, irmão, tutor, empregador ou, por qualquer título, tenha autoridade sobre a vítima, a pena é sensivelmente AUMENTADA;- Tem, ainda, a criminalização da pornografia infantil, conforme o art. 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente. Significa “apresentar, produzir, vender, fornecer, divulgar ou publicar, por qualquer meio de comunicação, inclusive rede mundial de computadores (internet), fotografias ou imagens com pornografia ou cenas de sexo explícito envolvendo criança ou adolescente”. A pena é de 2 a 6 anos de reclusão, mais multa.Sinceramente! Ainda é muito pouco pra punir, exemplarmente, um crime dessa dimensão. Destruir a inocência de uma criança, toda uma infância vivendo um trauma que a tornará, possivelmente, um adulto cético, frio e negativista, é lá coisa pra se punir com miseráveis 10 anos de reclusão??? Tente imaginar a situação: uma criança NÃO SABE o que está acontecendo! Ela, apenas, SENTE que o que estão fazendo não é bom, que está sendo abusada, que aquilo dói, mas não faz idéia de que isso é certo ou errado... coisa que só vai se conscientizar bem lá pra frente! Obviamente, o velhaco vem, aproveita-se desta inocência toda, e faz o que quer. Isto, sem dúvidas, a marcará para sempre, pow! Sinceramente! Acham que uma reclusãozinha de 10 (às vezes, até 4) anos é lá uma punição à altura de uma prática dessas?!?!É preciso que os pais estejam alertas! Seu filho de nove aninhos manja de internet mais do que você, e passa mais tempo no MSN do que brincando com os amiguinhos? Está tranqüilo, por que sempre avisa seus filhos pra não revelar nome, identidade, lugar onde mora, etc, etc, etc??? Veja bem... não sei qual o grau de ignorância em assuntos cibernéticos que você ostenta, mas sugiro que saiba como visualizar o histórico de navegação que seu computador salva no HD. Pelo que sei, ainda, é possível visualizar os bate-papos no MSN mediante um arquivo de texto... mas não sei como quiabos se faz isso. Sugiro que vá atrás desses recursos pra fiscalizar a ação de seus filhos neste intrincado mundo da internet.Outra coisa: se seu filho vier com uma conversinha meio estranha, meio íntima e cabulosa, a respeito de algum tio ou amigo mais velho muito próximo, que está sempre junto dele, faça o favor de lhe dar OUVIDOS!!! De forma alguma o reprima de se expressar; nunca diga que são fantasias que saem da cabecinha da criança! Muitas coisas podem ser reveladas numa conversinha, digamos, informal, de pai (ou mãe) para filho... se, claro, os pais colaborarem e deixarem seus filhos dizerem o que pensam. Não vá cair na mesma besteira de uma certa mãe de uma certa nadadora que, recentemente, revelou ter sido sexualmente abusada pelo treinador quando tinha 9 anos.E se, por acaso, vier a descobrir ou desconfiar de alguma prática pedofílica por aí, DENUNCIE!!! Dá pra fazer isso através deste site aqui ou pelo telefone, através do Disque 100. E tem mais uma porrada de maneiras de se fazer esse tipo de denúncia, conforme se pode verificar através deste link aqui. Não precisa se preocupar com nada, pois, pelo que sei, as informações enviadas são totalmente confidenciais... e, sim, o Disque 100 é gratuito, seu pão-duro!É isso, amigos! Vamos ajudar a preservar a inocência de nossas crianças (que dia-a-dia já vem se perdendo por causa da televisão, da net, das odiosas músicas funk cariocas, etc) - e das crianças dos outros também, é claro - fazendo a nossa parte, ok? Se quisermos garantir a saúde do futuro de nossa nação, temos de lutar bastante... começando contra a pedofilia, obviamente!
.
Photobucket
Mutumutum

3 comentários:

MUTUMUTUM disse...

Ôpa... ficou chique, garota o/

Legal saber que meus leitores, às vezes, pensam como eu :)

Beijão ^^

Oliver Pickwick disse...

A televisão, o funk carioca, são apenas meios - dentre muitos outros coadjuvantes, na persistência deste delito hediondo. O que precisamos são leis mais severas, muito mais severas. Precisávamos copiar os cânones do Irã, da Indonésia, da China, dentre outros países que não brincam diante destes fatos. Por mim, a pena mais leve seria a castração química irreversível.
Beijos, querida amiga!

Luar calmo disse...

parabéns pela sua luta contra esse assunto que tanto dói!
parabéns mesmo continue sempre assim, humano de coração nobre!