sexta-feira, 17 de julho de 2009

DANÇANDO NO TEU CORPO


Poderia dançar em teu corpo a toda a hora
conheço cada espasmo, cada movimento
cada vacilo, arrepio... estremecimento
Poderia dança-lo, rodopiá-lo mesmo agora
.
Poderia ser parte de ti pela vida fora
unir nossos corpos em cada filamento
nossos passos nao se trocam, sao seguimento
Nossa tarde nao anoitece, é sempre aurora
.
Cada beijo seria petala daquela rosa
que entre nossos lábios sempre se entrosa
e que em nossa boca sempre permanece
.
cada espinho seria uma lágrima preciosa
caída durante o beijo que eu te desse
por amor rolada e que jamais se esquece
.
Abílio B. Cardoso

Photobucket

5 comentários:

Sylvia disse...

Lindo poema. O tango e magnifico. Muito sensual.

Léo disse...

A dança é um estímulo muito sensual.
O Olho no olho... o respirar a respiração um do outro... essa troca de substâncias químicas é empolgante demais.

Direto do Rio.
Beijos.

Evelyn Oliveira disse...

Uau...
Lidas palavras.
Eu não sei dançar, rsrs.

bjo e até +

Celamar Maione disse...

Quem ama sempre pode... !
Obrigada pela comentário.

Caio Fernandes disse...

oi essa e a primeira vez que te visito .
seu blog e maginifico !!!
adorei seus poemas , e as imaens que voce escolhe !